Prefeitura de Guararema. Trabalho e respeito. Por voc�.

Portal da Transparência SIC
Encontre em nosso site
  • Redes Sociais
  • Facebook
  • You Tube
  • Instagram

Saúde

31 de Outubro de 2018 às 18:25 Saúde participa de Capacitação em Doença de Chagas

 Na última semana, funcionários dos setores de Vigilância Epidemiológica e Zoonoses, participaram de uma Capacitação em Doença de Chagas promovida pela Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN - Serviço Regional 1 – RMSP), e realizado no município de Mogi das Cruzes, na sede do Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE 8).

A capacitação abordou os seguintes temas: Doença de Chagas – Epidemiologia e situação atual; Vetores da doença da Chagas no Estado de São Paulo; Ações educativas na vigilância entomológica da doença de Chagas e o registro e análise da informação no Programa da doença de Chagas.

A capacitação visou à atualização dos profissionais sobre a doença e sua situação epidemiológica.

A doença infecciosa causada pelo Trypanosoma cruzi que se caracteriza por uma fase inicial aguda e sinais e sintomas nem sempre percebidos e que podem evoluir para uma fase crônica com comprometimento cardíaco ou digestivo.

Sua transmissão acontece pelo inseto conhecido popularmente como barbeiro ou chupança, contaminando com o parasito, causador da doença, que circula no sangue e ataca o coração, esôfago, intestino, fígado e baço.

Como o Trypanosoma cruzi entra no organismo das pessoas?
Pelas fezes do barbeiro contaminado, depositadas sobre a pele da pessoa, enquanto suga o sangue. Geralmente, a picada provoca coceira e o ato de coçar facilita a penetração do parasito pelo local da picada, podendo também, penetrar pelas mucosas dos olhos e da boca. Pela transfusão de sangue, caso o doador seja portador da Doença de Chagas. Pela mãe grávida, contaminada com o parasito, para o filho, através da placenta. Pela manipulação ou ingestão de carnes de animais silvestres mal cozidos ou alimentos contaminados. Pela ingestão de fezes do barbeiro nos alimentos (exemplo: caldo de cana e açaí).

Quais são os sinais e sintomas?
Os primeiros sinais surgem em média 10 dias após o contágio com o parasito, com aparecimento de febre, mal estar, falta de apetite e inchaço localizado. Após um período médio de 6 meses, vários órgãos do corpo (fígado, coração, baço, esôfago e intestino) podem ficar comprometidos levando a sérios problemas em suas funções.

Como o barbeiro vive?
No interior da casa, o barbeiro abriga-se geralmente, embaixo dos colchões da cama, atrás de quadros, frestas e buracos das paredes. Fora da casa podem ser encontrados em galinheiros, chiqueiros, paióis, currais, ninhos de pássaros, tocas de animais, cascas de árvores, mourões de cerca, montes de lenha, debaixo de pedras e outros.

Como se prevenir do barbeiro?
Manter a casa limpa, varrer o chão, limpar atrás dos móveis e dos quadros. Expor ao sol travesseiros, colchões e cobertores. Retirar ninhos de pássaros dos beirais da casa. Telar as janelas a fim de evitar a entrada de barbeiros. Impedir a permanência de animais e aves dentro de casa.
Construir galinheiros, chiqueiros, paióis, tulhas e outros depósitos afastados da casa (a mais de 20 metros) e mantendo-os limpos e vistoriados. Divulgar regularmente essas informações para seus amigos e parentes.



Serviços

Leis Municipais e Publica��es

Acesso ao Webmail

Portal da Transparência

SIC

IPTU

Giss On Line

quitação Online

NFS

iCad

ICMS DIPAM

Downloads Certificados

ZOONOSES


© 2016 Prefeitura de Guararema - Todos os direitos reservados