Prefeitura de Guararema. Trabalho e respeito. Por voc�.

Portal da Transparência SIC
Encontre em nosso site
  • Redes Sociais
  • Facebook
  • You Tube
  • Instagram

Saúde

08 de Abril de 2019 às 18:30 Saúde inicia 21ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza

A Secretaria de Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, realiza a 21ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza entre os dias 10 de abril e 31 de maio.

A campanha tem como meta vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. As vacinas ficam disponíveis nas unidades de saúde dos bairros Jardim Dulce, Lambari e no Cesap.

Para o dia 4 de maio será marcado com o dia “D”, o Dia de Mobilização Nacional, que acontece das 8h às 16h, em todas as Unidades de Saúde.

Confira os grupos prioritários que podem receber a vacina de acordo com o Ministério da Saúde e os documentos necessários:

De 10 de abril a 19 de abril:
Crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias;
Gestantes;
Puérperas (até 45 dias após o parto).

De 22 de abril a 31 de maio:
Crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias;
Gestantes;
Trabalhadores da saúde;
Indígenas;
Pessoas com 60 anos ou mais;
Puérperas (até 45 dias após o parto);
Pessoas com doenças crônicas/imunodeprimidos (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, obesos, imunossupressão, transplantados e trissomias);
Professores das escolas públicas e privadas;
População prisional e os funcionários do sistema prisional (SAP e outros);
Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativas.

ENTENDA MAIS SOBRE A INFLUENZA
A influenza ou gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, ocasionada pelo vírus influenza, com elevado potencial de transmissão. Inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca. Em geral, tem evolução por período limitado, em geral de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferta a vacina que protege contra os tipos A e B do vírus.
A gripe propaga-se facilmente e é responsável por elevadas taxas de hospitalização. Idosos, crianças, gestantes e pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, ou imunodeficiência são mais vulneráveis aos vírus.
Se não for tratada a tempo, a gripe pode causar complicações graves e levar à morte, principalmente nos grupos de alto risco, como pessoas com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes e doentes crônicos.

SINTOMAS DA INFLUENZA
Clinicamente, a gripe (influenza) inicia-se com febre, em geral acima de 38°C, seguida de dor muscular e de garganta, prostração, cefaleia e tosse seca. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de 3 dias. Os sintomas sistêmicos são muito intensos nos primeiros dias da doença.

Com a sua progressão, os sintomas respiratórios tornam-se mais evidentes e mantêm-se em geral por 3 a 4 dias, após o desaparecimento da febre.
Adulto - O quadro clínico em adultos sadios pode variar de intensidade
Criança - A temperatura pode atingir níveis mais altos, sendo comum o achado de aumento dos linfonodos cervicais e também podem fazer parte os quadros de bronquite ou bronquiolite, além de sintomas gastrointestinais
Idoso - quase sempre se apresentam febris, às vezes, sem outros sintomas, mas em geral, a temperatura não atinge níveis tão altos.

Os demais sinais e sintomas da gripe (influenza) são habitualmente de aparecimento súbito, como:
• Calafrios.
• Mal-estar.
• Cefaleia.
• Mialgia.
• Dor de garganta.
• Dor nas juntas.
• Prostração.
• Secreção nasal excessiva.
• Tosse seca.

Podem ainda estar presentes na gripe (influenza) os seguintes sinais e sintomas:
• Diarreia.
• Vômito.
• Fadiga.
• Rouquidão.
• Olhos avermelhados e lacrimejantes.

A orientação é para que população que está inclusa nos grupos prioritários, compareça as unidades básicas de saúde do município nas datas que foram estabelecidas pelo Ministério da Saúde, munidas dos seguintes documentos:
• Trabalhadores da Saúde, Professores (Público ou Privado) e funcionários do sistema prisional: RG, Carteira de Vacina, Carteira de Trabalho, crachá ou holerite.
• Indígenas: Documento de identidade com foto.
• Pessoas com 60 anos ou mais: RG e Carteira de Vacina.
• Crianças entre 6 meses e menores de 5 anos da idade: Certidão de nascimento ou RG, Cartão Nacional do SUS e Carteira de vacinação.
• Gestantes: RG, Carteira de Vacina, Carteira de Gestante.
• Puérperas: Documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros), RG, Carteira de vacinação.

• Pessoas com doenças crônicas/imunodeprimidos: Receita do medicamento usado continuamente com data não superior a 120 dias atrás ou prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, RG e Carteira de vacinação.

 



Serviços

Leis Municipais e Publica��es

Acesso ao Webmail

Portal da Transparência

SIC

IPTU

Giss On Line

quitação Online

NFS

iCad

ICMS DIPAM

Downloads Certificados

ZOONOSES


© 2016 Prefeitura de Guararema - Todos os direitos reservados